SINDEPOMINAS SE REÚNE COM MP E PEDE AFASTAMENTO DOS PROMOTORES ENVOLVIDOS NA OPERAÇÃO FÊNIX

O Presidente do SINDEPOMINAS, Marco Antônio de Paula Assis, se reuniu nessa quinta-feira (28/12) na sede do Ministério Público, em conjunto com o Sindpol-MG e membros do Conselho Superior da PCMG, incluindo o Chefe da Polícia Civil, João Octacílio da Silva Neto, para tratar das irregularidades processuais da Operação Fênix, que culminou com a prisão de 39 policiais civis. Durante a reunião, o Sindepominas entregou ao Procurador Geral de Ministério Público de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet, um ofício por meio do qual expõe os argumentos que levam a entidade a pedir ao órgão o afastamento de todos os promotores envolvidos naquela operação. A entidade também solicita que sejam investigados pela Corregedoria do Ministério Público e pelo Conselho Nacional do Ministério Público os excessos cometidos na Operação Fênix. 

Clicando aqui, você lê Matéria do Jornal Estado de Minas sobre essa reunião.