EMPRESÁRIO DO RAMO DE EVENTOS É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL DE MG POR ESTUPRO DE VULNERÁVEL

O empresário do ramo de eventos, Alessandro Cardoso da Silva, de 39 anos, foi preso nesta terça-feira (5) pela Polícia Civil de Uberaba pelo crime de estupro de vulnerável. Segundo informações do 5º Departamento e da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, um inquérito foi instaurado em 2003 e, posteriormente, ele foi condenado e deveria cumprir uma pena de quatro anos e quatro meses no regime semiaberto.

O homem foi preso no município de Pirajuba, quando preparava um evento artístico no Parque de Exposições. Em seguida, foi recambiado para Uberaba, onde será formalizada a prisão. De acordo com a Polícia Civil, posteriormente o preso será encaminhado para a Penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, ficando à disposição da Justiça.

Ao MGTV, a defesa do empresário informou que foi protocolado um recurso extraordinário no Supremo Tribunal Federal (STF) e que, após a análise pelos ministros, acredita na reversão da prisão.

 

Fonte: G1