GOVERNO RESPONDE DENÚNCIA DO SINDEPOMINAS

Nota da Chefia da Polícia Civil de Minas Gerais referente à matéria publicada no Jornal O Metro no dia 5 de setembro, em que o Sindepominas denuncia a falta de pessoal e de materiais de escritório em delegacias do interior do Estado.

 

"Tendo em vista a publicação inserida em um jornal de grande circulação, contendo informações sobre a situação de unidade policial do interior do Estado, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) vem informar que, em suas atividades de gestão de material no âmbito do almoxarifado geral, possui o seguinte quantitativo para distribuição em todas as unidades policiais civis:

 

·         Papel A4 (pacote 500 folhas) – 32.000 unidades

·         Papel higiênico (rolo 30 metros) – 19.500 unidades

·         Caneta esferográfica – 6.800 unidades

 

Informa ainda que, na próxima semana, será realizado novo empenho, perfazendo um quantitativo de:

 

·         Papel A4 (pacote 500 folhas) – 60.000 unidades

·         Papel higiênico (rolo 30 metros) – 120.000 unidades

·         Caneta esferográfica – 20.000 unidades

 

No âmbito da Delegacia Regional de Polícia Civil em Januária, que atende as unidades a ela subordinadas, dentre elas a Delegacia de Polícia Civil em Montalvânia, o estoque para o mês de setembro é:

 

·         Papel A4 reciclado – 70 pacotes

·         Papel A4 branco – 50 pacotes

·         Papel higiênico – 384 pacotes

·         Caneta esferográfica – 100 unidades

 

Dados fornecidos pela Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças (SPGF) da PCMG."

*Publicado no Intranet no dia 6 de setembro de 2017.

 

 

Matéria relacionada: 

FALTA ATÉ PAPEL HIGIÊNICO EM DELEGACIAS DO INTERIOR DE MINAS GERAIS https://goo.gl/Nj8uPJ