AÇÃO DA POLÍCIA CIVIL E CRUZ VERMELHA EMITE IDENTIDADE PARA QUEM TEM DIREITO AO AUXÍLIO EMERGENCIAL

A Polícia Civil de Minas e a Cruz Vermelha estão realizando um mutirão para a emissão de carteira de identidade para pessoas que precisam receber o auxílio emergencial do governo federal. Até o dia 22 de maio, quem não tem o documento pode fazer o agendamento e comparecer ao Instituto de Identificação. 

"Desde quando o auxílio foi liberado, temos atendido um grande número de pessoas que estão com dificuldades em recebê-lo porque perderam ou têm documentos de identidade muito antigos", conta a delegada Adriana de Barros Monteiro. 

Além deste serviço, a Cruz Vermelha também está distribuindo cestas básicas para os cadastrados. "Percebemos que essas pessoas que vinham para a emissão do documento estavam em uma situação de vulnerabilidade extrema, sem dinheiro para voltar para suas casas e para se alimentar", enfatiza.

Segundo Bernardo Eliazar, diretor de projetos da Cruz Vermelha, o atendimento foi programado para evitar aglomerações e segue as orientações dos órgãos de saúde. "Vamos disponibilizar um profissional enfermeiro, que vai orientar toda a equipe de colaboradores do instituto sobre medidas sanitárias e preventivas essenciais para a prevenção da Covid-19". 

A expectativa é que aproximadamente 500 pessoas sejam beneficiadas. Mas para ser atendido é preciso fazer a agendamento por e-mail (iimgcovid19@gmail.com). Quem não tem acesso à internet deve procurar o Serviço de Assistência Social do Estado.

O Instituto de Identificação da Polícia Civil fica na avenida Augusto de Lima, 1833, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Fonte: Jornal Hoje em Dia