Nossa História

Dr. Davidson Pimenta da Rocha

PATRONO DO SINDEPOMINAS

Uma participação efetiva
A valorização da classe foi um dos princípios defendidos pela atual Diretoria, durante a última eleição. Uma das figuras que se destacam na execução dessa ação, ao longo dos anos, pela sua presença ativa na história da Polícia Civil de Minas Gerais é o Delegado Geral Davidson Pimenta da Rocha. Exercendo as mais variadas funções dentro da instituição, o Delegado passou a conhecer de perto as suas mazelas e, com isso, tirar lições que o levaram a estabelecer uma carreira que serve, hoje, de parâmetro a muitos, especialmente os iniciantes.

O reconhecimento pela classe devido a sua experiência e conduta profissional tem razão de ser. Davidson Pimenta dispõe de um rico currículo, feito na instituição. Em 1928, ingressou na Polícia Civil como Guarda Civil e, gradativamente, fez toda a carreira policial, até chegar à Chefia de Polícia (hoje, Secretaria), no Governo Juscelino Kubitschek. “Sem dúvida, esse foi o ápice da minha carreira”, avalia o Delegado. “Não por ter ocupado esse posto, mas por ter trabalhado com JK”, completa. Em 1957, aposentou-se no cargo de Superintendente do Serviço Estadual. Mas não se desligou da Polícia.

Uma fase crítica

Participando direta ou indiretamente da maioria dos acontecimentos políticos da instituição, o Delegado tem ajudado a escrever a sua história e não vê com bons olhos a realidade da Polícia Civil: “Na verdade, nunca ocorreram avanços extraordinários para as categorias, no entanto, não me lembro de ter havido uma fase tão crítica.”.

Presença importante na Diretoria da Adepol/MG, Davidson Pimenta, nos últimos anos, tem se encarregado dos assuntos relacionados aos aposentados. Ele observa que a entidade tem conseguido uma série de êxitos, mas a luta é árdua.

Apesar de saber dessas dificuldades, o Delegado ainda é capaz de se entusiasmar ao recordar a sua trajetória. E traz consigo uma série de expectativas. Ao ser questionado sobre a sua idade, responde, bem-humorado, desmistificando a figura de policial carrancudo. “Eu não sei bem a minha idade, só sei que, daqui a 10 anos, faço 100 anos”, e faz o convite para a festa do centenário, que planeja comemorar com dias melhores para os policiais.

O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de Minas Gerais - SINDEPOMINAS, fundado em 05 de março de 1991, com sede e foro em Belo Horizonte/MG, duração indeterminada e base territorial no Estado de Minas Gerais, foi criado para representar legalmente os Delegados de Polícia do Estado de Minas Gerais perante os poderes constituídos, em defesa dos direitos e interesses coletivos e individuais da categoria, inclusive judiciais ou administrativos, colaborando com os poderes públicos, demais sindicatos e associações de classes no trato de matérias de interesse comum.

O SINDEPOMINAS é uma sociedade sem conotação político - partidária, sem fins lucrativos e sem orientação religiosa, com atuação pautada nos limites da lei e dos interesses nacionais.

São prerrogativas do SINDEPOMINAS:

1. Representar a categoria funcional dos Delegados de Polícia do Estado de Minas Gerais perante repartições públicas, autoridades administrativas e judiciárias ou qualquer entidade de direito público ou privado;

2. Participar das negociações coletivas de trabalho;

3. Representar a categoria, pugnando pela defesa dos seus direitos, legítimas reivindicações e aprimoramento da Instituição Policial Civil;

4. Assumir a defesa coletiva da categoria ou individual de seus integrantes, quando injustamente atingidos em sua honra e dignidade;

5. Manter intercâmbio com associações nacionais congêneres, visando a consecução de objetivos comuns;

6. Arrecadar a contribuição sindical fixada pela Assembleia-Geral e as decorrentes da legislação específica;

7. Eleger ou designar os representantes da categoria;

8. Instalar delegacias sindicais em sua base territorial, quando necessário.