QUASE 300 VEÍCULOS SÃO DESTINADOS À RECICLAGEM EM ARAXÁ

Nesta semana, a Polícia Civil, em Araxá, está acompanhando os trabalhos de descontaminação, destruição, compactação e pesagem de 294 veículos que foram leiloados como sucatas inservíveis em maio deste ano.

Os veículos fazem parte de uma ação judicial promovida pela 3ª Promotoria de Justiça, a partir de provocação da Polícia Civil, que havia identificado dezenas de veículos guardados em pátios desativados localizados em diferentes pontos da cidade, sendo foco e abrigo de diversos tipos de insetos e pragas. O trabalho contou com o apoio da Vigilância Ambiental da Prefeitura de Araxá. 

O Ministério Público requereu a alienação judicial destes automóveis e motocicletas, todos sem condição de voltar a circular ou de ter suas peças retiradas para comercialização. José Fausto Aparecido de Oliveira, Juiz de Direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Araxá, deferiu o pedido, emitindo o alvará para a alienação. Este foi o primeiro leilão dessa natureza no interior do estado. Quatro empresas participaram do leilão, sendo que a vencedora foi uma multinacional que atua no segmento de siderurgia. 

Na semana passada, a empresa providenciou a descontaminação dos veículos, com a retirada de fluídos, bateria, entre outros agentes nocivos. Hoje (6), foi iniciado o processo de destruição, compactação e pesagem dos automóveis. A operação está ocorrendo nas imediações do Grann Hall, situado na Avenida Ministro Olavo Drummond.

 

Fonte: PCMG